Home Informações Bolsas

Um apoio para a tua mobilidade

Enviar por E-mail Versão para impressão PDF

bolsas1

Fazer ERASMUS tem custos, como é óbvio. Bolsas até há, mas não para tudo, nem para todos. Irás aqui descobrir que apoios existem para os estudantes e como podes candidatar-te. Mas mesmo sem bolsa, há quem não perca a oportunidade de fazer ERASMUS pelos benefícios que recolherá da experiência.

Quando te candidatas ao Programa ERASMUS ainda não sabes se vais ter direito ou não a uma bolsa. Deves portanto encarar a tua decisão de fazer intercâmbio como um investimento no teu percurso académico, pessoal e profissional, considerando desde o início a possibilidade de não receberes uma bolsa.

As bolsas ERASMUS não são bolsas de estudo, ou seja, não cobrem a totalidade das tuas despesas referentes aos estudos / estágios no estrangeiro. São bolsas de mobilidade que visam apenas auxiliar nas despesas extraordinárias como viagem, seguros, vistos, d do custo de vida, etc. O valor das bolsas é definido anualmente e tem em conta o país de destino e a duração da mobilidade.

As bolsas são pagas pela Agência Nacional PROALV através da instituição de origem do estudante. Habitualmente, o pagamento é feito em duas parcelas: 80% do valor total no início da mobilidade e 20% no regresso, depois do estudante entregar toda a documentação final obrigatória. É melhor não te distraíres pois só tens até 15 dias depois do regresso para o fazer!

 

Bolsa de Mobilidade ERASMUS

› Destina-se aos estudantes que foram selecionados para fazer um período de estudo ou de estágio ERASMUS.

› A candidatura é feita na instituição de origem do estudante. Em algumas instituições a candidatura à bolsa é feita automaticamente, ou seja, ao candidatares-te ao Programa ERASMUS estarás também a candidatar-te a esta bolsa e, nesse caso, os resultados sairão em simultâneo. Noutras instituições a candidatura à bolsa é feita separadamente logo após a saída dos resultados para o período de mobilidade. Informa-te no Gabinete de Relações Internacionais / ERASMUS da tua escola.

 

Bolsa Suplementar ERASMUS para estudantes com necessidades especiais

› Destina-se aos estudantes que foram selecionados para fazer um período de mobilidade ERASMUS, para participar num Programa Intensivo, ou num Curso Intensivo de Línguas ERASMUS que tenham necessidades especiais físicas, mentais ou de saúde.

› A candidatura deve ser entregue no Gabinete de Relações Internacionais / ERASMUS da tua instituição. Terás que entregar um atestado médico, uma declaração da universidade / empresa de acolhimento e um formulário de candidatura. Pede ajuda ao teu Gabinete para preencheres o formulário de candidatura pois este é bastante detalhado e terás que fazer um orçamento para os gastos.

 

Bolsa Suplementar ERASMUS

› Só se podem candidatar os estudantes que recebem bolsas do Serviço de Acção Social e que também foram selecionados receber a bolsa de mobilidade ERASMUS.

› A candidatura deve ser entregue no Gabinete de Relações Internacionais / ERASMUS logo após o resultado da Bolsa de Mobilidade ERASMUS.

› O valor da bolsa é definido de acordo com o escalão do agregado familiar e a duração da mobilidade. O valor mínimo da bolsa suplementar para o ano letivo de 2011/2012 é de 100€por mês.

› Continuas a receber a bolsa da Ação Social enquanto estiveres fora. Poderás portanto acumular a Bolsa da Ação Social com a bolsa de mobilidade e a bolsa suplementar.

› Descobre mais sobre a bolsa suplementar em http://proalv.pt

 

GUIA-ERASMUS-2012-WEB-1

Outras informações


seo canakkale vergi mevzuati bagimsiz denetim kanunlar web security engelliler teknoloji sgk bagimsiz denetim bagimsiz denetim sorgulama internet security mevzuat vergi ve sgk mevzuati canakkale canakkale balik tutma search